Buscar
  • Assessoria de Comunicação

Três funcionários são eletrocutados durante trabalho em Jaboticatubas, na Grande BH

Atualizado: 12 de Out de 2020


As causas do acidente estão sendo apuradas — Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação

G1 - 02/10/2020


Segundo a PM, engenheiros acreditam que cabos desligados encostaram nos energizados. Acidente aconteceu no km 75 da MG-10.


Três homens foram eletrocutados enquanto trabalhavam, na tarde de quinta-feira (1º), em Jaboticatubas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.


De acordo com a Polícia Militar (PM), os funcionários da empresa Connort Construções e Serviços Ltda., terceirizada da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), morreram enquanto faziam um serviço de manutenção na rede de alta tensão, pendurados cada um em um poste.

Os funcionários ouviram o grito de Wagner Augusto dos Santos, de 25 anos, que havia levado choque. Ele caiu morto no chão.


Acidente foi na MG-10, em Jaboticatubas — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Leandro Antônio de Souza Freitas, de 37, e Edvaldo Cardoso da Silva, de 33, estavam em outros postes e funcionários pediram para que eles ficassem quietos, mas os dois também foram eletrocutados na sequência.


Os três corpos foram removidos pelos bombeiros e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).


Segundo a PM, engenheiros acreditam que os cabos desligados encostaram nos energizados. O acidente aconteceu no km 75 da MG-10.


O caso foi encaminhado para investigação à 5ª Delegacia de Polícia Civil de Jaboticatubas.


Vítimas trabalham nos postes — Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação

O que dizem Connort e Cemig

A Connort lamentou as mortes e disse que está colaborando com as investigações.


A Cemig informou que foi instaurada uma comissão para apurar as causas do acidente e que o laudo deve sair em até 30 dias.


A empresa reafirmou compromisso inegociável com a segurança de todos os colaboradores e com a população, lamentou o ocorrido e se solidarizou com as famílias das vítimas.



Por Júlio César Santos, G1 Minas - Belo Horizonte


Fonte: g1.globo.com


Cláudio Cassola é especialista em segurança e saúde do trabalho e diretor técnico da MAIS SEGURANÇA - segurança do trabalho

11 3422-2996 | 99663-3573 (WhatsApp)

diretoria@maiseguranca.com


30 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo